Quais são as técnicas de reprodução humana assistida?

Tudo sobre a ENDOMETRIOSE- a doença das mulheres.
18 de abril de 2018
Fertilidade
É possível ter filhos após um câncer?
7 de maio de 2018

Atualmente, os avanços na área de reprodução humana permitem a realização do sonho de ter filhos, através de alta tecnologia e adequada assistência médica.

As técnicas mais conhecidas são a relação sexual programada, a inseminação intrauterina e a fertilização in vitro.

A relação sexual programada estimula a produção de óvulos na mulher por meio do uso de medicações hormonais, aumentando as chances de gravidez. Esta medicação pode ser via oral ou injetável. A escolha é realizada pelo médico após avaliação de cada caso.

A inseminação intrauterina é conhecida também como inseminação artificial. Consiste na indução da ovulação através de hormônios para estimular os ovários a produzirem óvulos.

O acompanhamento da resposta ovariana à medicação utilizada é feito por meio de exames de ultrassonografia transvaginal. Este procedimento é indicado em casos nos quais a mulher encontra-se com as tubas uterinas desobstruidas e os homens com leve alteração espermática.

Já a fertilização in vitro,  procedimento mais avançado da medicina, consiste na transferência de embriões para o útero materno. Está indicada em casos de falha de inseminação artificial, obstrução tubária e deficiência mais significativa na qualidade dos espermatozoides. Em 5 diferentes etapas (indução da ovulação, coleta de óvulos, fertilização dos óvulos, transferência dos embriões e teste de gravidez), é um procedimento indolor, realizado com a paciente anestesiada.

A idade da mulher está relacionada com as taxas de sucesso. Quanto mais jovens, melhores as chances de gravidez.

Os homens com 50 anos de idade ou mais também apresentam queda na qualidade espermática e podem gerar embriões com qualidade comprometida.

Na impossibilidade de obter espermatozoides do parceiro,  é possível utilizar banco de sêmen.

Se o casal já detectou a infertilidade, recomenda-se procurar um especialista em reprodução humana assistida para avaliar o melhor procedimento.