Trombofilia-DraAdrianadeGóes
Os cuidados com a Trombofilia
23 de outubro de 2017
espermograma
Como funciona o espermograma?
17 de novembro de 2017

Você deve suspeitar de infertilidade quando o casal não engravida após um período de 12 meses com atividade sexual regular e sem uso de qualquer método contraceptivo.

Se a mulher tiver 35 anos ou mais e não engravidar após 6 meses de tentativa, histórico de ciclos menstruais irregulares, ovários polícisticos e doença inflamatória pélvica, é necessário assistência médica especializada.

Inicialmente, serão realizados os exames completos em ambos os membros do casal para diagnosticar a causa da infertilidade. Diversos fatores dificultam a gravidez, dentre eles 40% são fatores masculinos. Os fatores femininos ocupam 30% das causas, enquanto 10% são ambos os fatores, tanto feminino quanto masculino. Há também uma percentagem dos casos que não possuem causa aparente.

Na infertilidade feminina, as principais causas são fator ovulatório (falha de ovulação ou produção inadequada de hormônios), fator uterino (irregularidades na cavidade uterina que dificultam a fixação do embrião na parede uterina. Estas são pólipos endometriais, malformações uterinas, por exemplo), fator tubário (quando as tubas uterinas apresentam deformidade ou até mesmo obstrução do canal e podem dificultar ou até mesmo impedir o encontro do espermatozoide com o óvulo) e endometriose (um problema frequente, que consiste na presença de focos de células de dentro da cavidade uterina em outros locais, podendo levar a formação de aderências e prejudicando a fertilidade).

O homem pode apresentar deficiência tanto na qualidade, quanto na quantidade de espermatozoides. O exame correto para identificar este ponto é o espermograma, no qual é realizada uma análise completa do sêmen, envolvendo volume, cor, quantidade de espermatozoides, movimentação e forma. A investigação da  infertilidade masculina pode ser mais tardia, devido a um determinado pré-conceito, pensamento comum de que a causa de infertilidade é feminina. Isto pode prejudicar a estabilidade emocional do casal. Por este motivo, é muito importante que ambos sejam investigados.

O estilo de vida do casal também afeta na sua fertilidade. Como por exemplo, drogas, cigarro e álcool são uma combinação nada favorável. Manter o peso saudável, praticar exercícios físicos e evitar momentos de estresse são dicas para ambos.

Após a causa detectada, uma opção segura para o casal realizar o desejo da gestação é a fertilização in vitro.

Nesta técnica, a fertilização ocorre no laboratório e realizada transferência de embriões para o útero.Também conhecida como “bebê de proveta”, pois os embriões são formados fora do útero materno, aumentando as chances de gravidez. Mais indicada em falha de inseminação artificial, obstrução tubárea e deficiência significativa da qualidade dos espermatozoides.

Em casos de suspeita de infertilidade, procure sempre um médico especialista em reprodução humana assistida.