blog1
Dia das Mães
12 de maio de 2017
O grande aumento do Congelamento de Óvulos
10 de julho de 2017

Devido ao atual sucesso da medicina e, inclusive da FIV, muitos casais têm realizado seu sonho com a eficiência dessa técnica.
Apesar todos os avanços e estudos, a FIV depende também de outros fatores como a idade, a qualidade dos embriões, a resposta ovariana e, por esse motivo, nem sempre é assertiva. Nem todos os fatores podem ser corrigidos pela medicina, mas alguns podem ser avaliados e corrigidos na próxima tentativa.
É nesse momento que muitas mulheres questionam se devem desistir de ser mãe. Não é necessário desistir de realizar o seu sonho. A medicina evolui e é eficiente. Um profissional dedicado a seu lado pode aperfeiçoar cada vez mais a técnica.
Há diversos fatores que determinam o motivo da falha de implantação, dentre eles destacamos os mais frequentes:
A idade da mulher é um dos fatores mais importantes. A qualidade dos óvulos diminui com o passar dos anos, especialmente após os 40 anos.
A qualidade do embrião também pode ser avaliada pela quantidade de células presentes após a fertilização. Alguns embriões podem ter alterações de seu desenvolvimento, formato das células e também genéticas. A qualidade embrionária comprometida dificulta a implantação no útero.
As alterações no endométrio, camada interna do útero onde o embrião se fixa, podem prejudicar o processo de implantação embrionária.
Há laboratórios capazes de identificar parâmetros morfológicos e o desenvolvimento embrionário detalhado para melhor seleção e precisão na escolha dos melhores embriões, com aumento significativo de gravidez.
Quanto mais óvulos de qualidade produzidos no ciclo, maior a chance de sucesso. Portanto, em algumas mulheres, o ovário não responde muito bem às medicações. Estes problemas estão comumente relacionados com a idade e/ou nível de hormônios.
Complicações na implantação também estão relacionadas a doenças ginecológicas muito comuns como miomas, endometriose, síndrome dos ovários policísticos e o baixo número de óvulos.
Considerando o stress emocional e a ansiedade passada pelo casal nesse momento, é comum que seja necessário mais de um ciclo. Os casais devem vivenciar com otimismo, pois hoje os recursos disponíveis são eficientes e os profissionais não medem esforços para alcançar o sonho de seus pacientes e estudá-los até o final.
Uma boa relação com seu médico é fundamental para entender cada processo e ciclo.